Top

Conheça as 2 melhores faculdades públicas de medicina da Argentina

Medicina na Argentina / FACULDADES DE MEDICINA  / Conheça as 2 melhores faculdades públicas de medicina da Argentina

Conheça as 2 melhores faculdades públicas de medicina da Argentina

O sistema universitário argentino não possui vestibular, buscando oferecer uma educação superior de qualidade e gratuita para todos os jovens sem qualquer competição por vagas. E o melhor é que o sistema é válido não apenas para argentinos, mas aceita estudantes de qualquer outro país.

Assim, você também pode realizar o sonho de se tornar médico e se formar em uma universidade pública sem ter que se preocupar com todo o estresse do vestibular! Quer descobrir quais as melhores faculdadespúblicas de medicina na Argentina? É só conferir o nosso post!

Universidade de Buenos Aires (UBA)

A UBA é considerada a melhor universidade da Argentina, estando presente também na lista das 10 melhores universidades da América Latina. Só para se ter uma ideia, já saíram da UBA 5 prêmios Nobel e 8 presidentes da Argentina, além de personalidades famosas internacionalmente como o Che Guevara.

A UBA fica em Buenos Aires e conta com inscrições anuais gratuitas, por volta de outubro e novembro.

O Curso de medicina da UBA segue a metodologia tradicional e tem duração de 7 anos, com um total de 7948 horas – 748 horas a mais do que os cursos brasileiros.  A estrutura do curso é bem parecida com a brasileira, sendo dividido em 4 fases:

Ciclo Básico Comum: 320 horas

Curso biomédico: 1866 horas

Curso clínico: 3622 horas

Internato rotatório: 2140 horas

O curso de ingresso é o grande diferencial. Como na Argentina não tem vestibular, as universidades contam com um curso de nivelamento, com conteúdos intermediários entre o ensino médio e o superior. Na UBA, o Ciclo Básico Comúm dura 8 meses e conta com disciplinas de introdução ao pensamento científico, introdução ao conhecimento da sociedade e do estado, biologia, matemática, física e química. Assim, o Curso biomédico é que equivaleria ao ciclo básico brasileiro, com as disciplinas de anatomia, farmacologia, histologia, etc.

Uma nova modalidade de entrada, no entanto, é através do UBA XXI. O UBA XXI conta com as mesmas matérias do Ciclo Básico Comum mas à distância. Os cursos são feitos onlines e apenas as avaliações são presenciais.

Quer saber mais sobre o CBC – Ciclo Básico Comúm? Assista nosso video!

Universidade Nacional de Rosário (UNR)

Outra grande universidade pública da Argentina, a UNR também conta com inscrições anuais (outubro e novembro) gratuitas e está localizada na província de Rosário, bem próxima à Buenos Aires, mas com um custo de vida mais baixo. Em 2009, a Faculdade de Ciências Médicas da UNR recebeu o “Prêmio global de excelência em educação para a saúde”.

Na UNR, o curso de medicina dura 6 anos e segue o método PBL (Problem Based Learning). O curso de ingresso, chamado de Módulo de Inclusão Universitária, dura apenas 3 meses e é feito em dezembro, fevereiro e março, com o curso de medicina começando logo em seguida. As disciplinas do módulo de inclusão ocorrem por meio de debates sobre organizações de saúde pelo mundo, direitos humanos, direito à saúde, sistemas de saúde e uma avaliação com perguntas à respeito das discussões.

Uma vez concluído o Módulo de Inclusão Universitária, o aluno está automaticamente matriculado na Universidade e pode começar o curso de medicina propriamente dito. O restante do curso, que tem uma carga horária de 5711 horas, é dividido da seguinte forma:

Promoção da saúde: 72 semanas

Prevenção da doença: 36 semanas

Diagnóstico, tratamento e recuperação: 72 semanas

Prática final: 1728 horas

Saiba mais sobre a Universidad Nacional de Rosario, clique aqui!

E aí, o que achou dessas universidades? Ainda tem alguma dúvida? Deixe um comentário pra gente e não deixe de conferir as outras postagens do blog!

Desenvolvido por: